Buscar
  • Holy Raps

“Hombridade” é tema da Oficina de Rap em unidade socioeducativa

Projeto Rei das Ruas – Arte Educação inicia nova turma da oficina que gravará o rap composto do decorrer dos encontros


Googha palestrou sobre "compromisso" e "responsabilidade", ministrou workshop e apresentou músicas

Após o encerramento da turma feminina das Oficinas de Ritmo e Poesia (Rap) que o Projeto Rei das Ruas – Arte Educação promoveu na Unidade Feminina de Internação (UFI), os integrantes do projeto iniciaram no último dia 20 de outubro a nova turma das oficinas, desta vez no Centro Socioeducativo de Atendimento ao Adolescente em Conflito com a Lei (CSE), que conta com 13 adolescentes.


Enquanto com as meninas o tema trabalhado durante as oficinas foi “Sonhos”, que ao final dos seis encontros deu origem à música “Meninas Sonhadoras” – composta e interpretada pelas adolescentes e lançada ao vivo no Programa Chama Viva, na Rádio Alegria Alegria – os meninos estão meditando sobre o tema “Hombridade”, que dará origem a um rap ao final dos seis encontros, que têm previsão de conclusão no dia 24 de novembro.


Adolescentes expressam suas poesias

Três encontros já aconteceram com os adolescentes da CSE nos quais palestras sobre o tema têm sido ministradas para inspirarem os adolescentes na composição de suas poesias. Aspectos da hombridade como responsabilidade, compromisso, comprometimento, integridade e coragem para admitir os erros e se arrepender já foram trabalhados nas oficinas já têm gerado boas poesias a partir dos workshops ministrados pelo músico, compositor e produtor Gustavo Gouvêa (Googha).


“Estamos trabalhando os processos de inspiração, escrita, expressão e ritmo para que as poesias sejam compostas, expressadas e cantadas em cima da base instrumental de forma ritmada. Trabalhar com eles têm sido um processo muito abençoador. Eles estão conseguindo absorver o conteúdo e passar para o papel de forma bem sucedida. Atualmente estamos trabalhando com foco na expressão e no canto ritmado. Eles estão empolgados e nós também, esperando um bom resultado”, disse Googha.

Palestras e apresentações


O missionário Dan Severiano palestrou sobre o tema em duas ocasiões, no dia 20 de outubro, na abertura das oficinas, dando um panorama sobre o que significa a hombridade e no dia 3 de novembro, trazendo o aspecto a integridade. Googha palestrou no dia 27 de outubro, abordando os aspectos da responsabilidade e do comprometimento, além de apresentar as músicas de seu grupo de rap VersoVivo em algumas ocasiões.


MC Anderson apresentou suas músicas

Além deles, o rapper MC Anderson esteve presente no encontro do dia 27 de outubro, falando sobre sua carreira e trabalhos, além de ter apresentado músicas dos seus diversos álbuns. Ele também presenteou os adolescentes com o seu CD “Glorifica” e com as coletâneas “Versos ao Rei” volume 1 e 2, idealizadas pelo artista.


No próximo encontro, no dia 10 de novembro, o grupo de rap Sacerdotes da Luz estará presente, falando sobre sua carreira, projetos, dividindo experiências e obviamente tocando seus raps aos presentes. No quinto encontro, dia 17/11, já será o momento da captação das vozes dos adolescentes através do “estúdio Rei das Ruas”. E no encerramento da oficina, no dia 24 de novembro, a música pronta será apresentada aos adolescentes.


Essa fase do projeto Rei das Ruas – Arte Educação está sendo realizada com o apoio dos editais Funcultura da Secretaria de Cultura do Espírito Santo.