Buscar
  • Holy Raps

O chamado: dependência total

Por Marcell Pereira Pinto*

Então o Senhor disse a Abrão: "Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mostrarei. Farei de você um grande povo, e o abençoarei. Tornarei famoso o seu nome, e você será uma bênção. Abençoarei os que o abençoarem, e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem; e por meio de você todos os povos da terra serão abençoados". (Gênesis 12:1-3)


Em Gn 12:1-3 vemos Abraão em sua conversão. É importante ressaltar que ele está sendo convertido, ou seja, tudo a partir da soberania de Deus. Abraão não "se converteu" - como é de costume as pessoas dizerem em nossos dias. Ninguém por vontade própria pode se converter. Isso vem unicamente da soberania e da graça do Senhor.


É notável observarmos através dessas e outras histórias ao longo da Bíblia, que Deus não estabelece um padrão humanizado para Sua escolha dos eleitos. Não temos a capacidade de traçar uma performance para a conversão ou para sermos aceitos por Deus. Deus é Deus, Soberano, Suas regras, Seu padrão particular.


O que podemos imaginar sobre o porquê de Deus escolher Abraão? Toda conversão vem de Deus. Nenhum ministro é capaz de vir até você e lhe trazer a salvação. Quem teve um ministro melhor do que Judas Iscariotes? Ainda assim, ele não obteve a graça por conta disso.


A convocação de Deus é, muitas das vezes, mais impactante e difícil que a nossa. Deus manda Abraão sair da sua terra. Mesmo sabendo o quanto amamos nossa pátria, Ele manda sair do meio da sua parentela e da casa de teu pai, ou seja: perca de vista sua zona de conforto para que confie somente no Senhor. E, por fim, "vai para terra que eu te mostrarei".



O desconhecido de Abraão é o lugar mais seguro que Deus podia conduzi-lo, sem ídolos, sem segurança, sem a quem recorrer e sem como se preparar para qualquer adversidade. Só dependendo de um Salvador e de um céu invisível. Pois, até aqui, nada de empolgante e atraente faria com que Abraão obedecesse, a não ser o amor, o temor e a confiança no Deus Todo-Poderoso.

Porém, nos versículos 2 e 3 Deus revela Seus planos e propósitos: "farei de ti uma grande nação". Trazendo para os dias de hoje, podemos falar o inverso para melhor entendimento: o Brasil é uma nação grande, mas não uma grande nação. "Eu te abençoarei": se você deseja deixar tudo por CRISTO não importa quem te amaldiçoar.


É difícil sair do lugar onde nosso nome é conhecido, mas precisamos ter a certeza de Abraão: "eu te engrandecerei o nome". "E tu, sê uma benção": mesmo que por um período tenha sido mal exemplo ou má influência, chegou a hora de reverter essa situação, e Deus te capacitará para isso.


"Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem": Deus é contigo. "Em ti serão benditas todas as famílias da terra": nós, como cristãos, não somos responsáveis só pela nossa família, mas sim por todos que estão ao nosso redor!


*Marcell é seminarista da Faculdade de Teologia Reformada Genebra (Faterge) e vocalista do grupo Tetelestai